CARTA ABERTA À TELEVISÃO, RÁDIO, JORNAL, REVISTA E AOS CANDIDATOS ÀS ELEIÇÕES 2018
Clique aqui para fazer o download.

Publicidade Rádio & TV


PROPAGANDA REGIONAL EM RÁDIO E TELEVISÃO

“O Ovo de Colombo é uma famosa metáfora proverbial do folclore italiano para referir-se a problemas de difícil resolução, mas quando as soluções são apontadas, mostram-se, óbvias e simples, tanto quanto colocar um ovo em pé”.


Você que tem o espírito empreendedor, líder nato e que tem interesse na inovação, e, sobretudo, visa colher resultados positivos a si e à sociedade e não só tem convicção de que vai conquistá-los, como também trabalha incessantemente até que possa alcançá-los, aderindo ou criando métodos e estratégias inteligentes ao funcionamento de seus projetos, apoie essa iniciativa.
Com a Democracia do Povo, fazer do Brasil uma potência e, um país de melhor qualidade de vida no mundo, será tão fácil como colocar um ovo em pé.

LIDERE A DEMOCRACIA DO POVO EM SUA REGIÃO!

Divulgue-a através do rádio, televisão e outros meios de comunicação.

O SÓCIO BR – EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada), com sede na rua Bom Sucesso, 407 – Tatuapé – São Paulo-SP - CNPJ: 28.398.851/0001-53 é uma empresa comercial patrocinadora da Revista e do site Democracia do Povo.

O SÓCIO BR se responsabiliza pela comercialização de sua revista e pela divulgação de seu conteúdo, bem como pela divulgação do conteúdo de seu site.

Toda e qualquer modalidade de publicidade utilizando o nome Democracia do Povo deverá seguir, estritamente, os modelos abaixo. Sendo proibido acrescentar ou retirar, sequer, uma única vírgula. Deverá também obedecer à “Lei Cidade Limpa” em todos os municípios que a adotaram.

Qualquer modificação no conteúdo desses modelos e ou distribuição em locais proibidos por lei municipal, estadual ou federal é de inteira responsabilidade de seus produtores.

O internauta e o leitor tem, à sua disposição, esses modelos como instrumento auto-fiscalizador contra integrantes do time do mal, pessoas mal-intencionadas, que pretendam denegrir a imagem da Democracia do Povo, deturpando o seu primordial objetivo, que é fazer com que os candidatos aos cargos políticos dividam, equilibradamente, o “poder” com os seus eleitores.

– Eu sou a Democracia do Povo (DDP).
Sistema político, que permite ao eleitor
a sua direta participação nas
decisões governamentais.
Pode me chamar de Dedepê!
www.democraciadopovo.com.br


Não deixe o time do mal vencer mais uma vez.
Entre em campo e vire esse jogo.
Vote nos candidatos do TIME DO BEM.
www.democraciadopovo.com.br
Acesse o site e repasse esta mensagem por Whatsapp
aos 5.570 municípios.
Este é o Brasil que eu quero para AGORA e não
para um futuro que nunca chegará!


Você é do Time do Bem?
Então participe do movimento que pode vir a ser o
maior evento político da história do Brasil em favor do POVO
e não para o privilégio de políticos do time do mal.
Reencaminhe esta mensagem para que os eleitores conheçam a
Democracia do Povo.
www.democraciadopovo.com.br


Chegou o momento da UNIÃO
Participe intensamente do movimento em prol da Democracia do Povo.
Crie meios para que as pessoas tomem conhecimento de que existe uma saída para a moralização da
política brasileira e consequentemente o cidadão alcance maior independência participando diretamente
das decisões governamentais. Comece pelos alunos das escolas de todos os municípios de seu estado,
para que eles levem para a casa a ideia da Democracia do Povo.
Não vamos deixar que o time do mal vença o Time do Bem.
Entre em campo para virar esse jogo!
www.democraciadopovo.com.br


Votar nos candidatos do time do mal é ajudar a
alimentar o esquema criminoso da corrupção.
A dificuldade, até antes de eu surgir era a de identificá-los,
mas agora é possível escolher os candidatos,
pelas suas principais características,
listadas em minha revista e em meu site.
Selecionando os candidatos através dessas características e
divulgando esta mensagem, pelas redes sociais, você estará
incentivando outros eleitores a fazerem o mesmo.
Assim as pessoas de bem se sentirão encorajadas a se
candidatar e a ocupar as “cadeiras” dos...
...LOBOS EM PELE DE CORDEIRO.
www.democraciadopovo.com.br



Você é um daqueles personagens que:


pensa que o Brasil não tem jeito?
Se, sim continue votando nos
candidatos do time do mal.
Se você quer virar esse jogo vote nos
candidatos do TIME DO BEM.
Acesse o site, leia a minha
revista e entenda como funciona
a proposta para essa
Nova Ordem Política.
www.democraciadopovo.com.br



5.570 municípios.
Não deixem os políticos e parte do jornalísmo
tendencioso e conivente com essa politicagem
decidirem o que é melhor para a sua vida
profissional, econômica e social.
Faça você mesmo as
suas próprias escolhas!
Esse é o Brasil que eu quero para AGORA
e não para o futuro, pois este nunca chegará!
www.democraciadopovo.com.br



EU VOTO DEDEPÊ

VOTAREI SOMENTE NOS

CANDIDATOS DO TIME DO BEM

www.democraciadopovo.com.br



EU VOTO DEDEPÊ

www.democraciadopovo.com.br



Tire cópias de um ou mais dos impressos acima, recorte-os e distribua para que todos os brasileiros
participem, no dia 31 de março, do início da posse do poder pelo povo.
Transmitindo, a partir desse dia, a palavra de ordem:

EU VOTO DEDEPÊ

Esta é uma data histórica, mas não se repetirá o Golpe de 1964 e nem o sonho utópico e ingênuo de 15 de março de 1985. A Democracia do Povo não exige nada de ninguém. É transparente, civilizada, inteligente, justa e equilibrada. Por isso não é democradita e nem democradura.

Na Democracia do Povo, quem não aceitá-la, terá todo direito de votar na alternativa 5 do Regulamento (Permanecer lei, projeto, ou programa em vigência), o qual poderá ser visto em sua revista.

Compre exemplares da revista Democracia do Povo e contribua com a politização do brasileiro, sobretudo, do jovem. Todos os seres humanos possuem capacidade de aprendizagem. O analfabeto também tem ideias! É empreendedor virtuoso, inicia os empreendimentos sem dinheiro. Vai à luta, vence. Não espera acontecer!

Você poderá se identificar com um ou mais dos 56 personagens da revista, mas se você for como o Increduléo, o Du Vidão e o Nuvai Ir, os três personagens que representam o “pessimismo”, e não pretender mudar os seus conceitos, você não tem o direito de reclamar, de criticar, de acusar, ou sequer de citar nomes de políticos e governantes corruptos e incapazes de exercer dignamente suas respectivas funções.

O Brasil é o melhor país do mundo em diversas áreas das atividades humanas. Possui os melhores cientistas, os melhores pesquisadores, escritores, empreendedores, esportistas, artistas, talentos espalhados por todos os cantos, pelas ruas, perdidos nas drogas ilícitas, que matam ao ano 15.000 pessoas, e mais ainda nas lícitas, cerca de 100 mil. Perdidos nas escolas, nas igrejas, as quais tolham a mente de potenciais brilhantes pensadores e formadores de opinião própria. No jornalismo, que se limita a apenas informar e a criticar, em vez de abrir seus canais para despertar, no cidadão, a força interior que cada um possui com a finalidade de trabalhar pela sua independência e liberdade.

Os telejornais noticiam: “A embriaguez ao volante é uma das principais responsáveis pelas mortes no trânsito”. “Álcool está associado a 30% dos casos de violência doméstica e sexual contra mulheres”. “Casos mais aberrantes de violência contra a criança são cometidos mediante o uso de álcool pelos pais”. “O álcool mata, no mundo, ao ano 3,3 milhões de pessoas, mais do que a Aids, a tuberculose e a violência juntos e causa ou agrava cerca de 66 tipos de doenças”.

Os principais focos da Democracia do Povo é instituir leis, através da escolha de projetos pelos eleitores; criar dispositivos, o quanto possível automáticos, de fiscalização e punição dos infratores das novas leis. Porém, para corrigir erros do passado como na lei penal, esses focos, por si só, não são capazes de eliminar a violência e a criminalidade, mesmo que se instalem penitenciárias em cada uma das cidades e prendam os que possuem fraca força de vontade, mas que na realidade são vítimas que vitimizam os desprotegidos, se continuar a existir uma televisão que participa da venda de drogas através da publicidade e produzindo vítimas também de gananciosos pelo dinheiro e pela fama no meio artístico e nos esportes, como alguns “craques” do futebol, dando péssimo exemplo às crianças que se espelham neles. Se essas vítimas seguissem o exemplo do maior expoente mundial do futebol, que se recusou a ganhar dinheiro com propaganda de drogas, os jovens resistiriam com facilidade a esse tipo de assédio. Um dia, todas essas vítimas vão morrer, mas nascerão outras e assim a televisão e outros meios de propagação vão pagando os custos daquelas notícias e obtendo altos lucros com o dinheiro sangrento que as drogas “lícitas” causam, num frenético círculo “vicioso”. Empurrar a responsabilidade aos governantes e políticos como os únicos causadores da desgraça alheia é não querer olhar para o próprio “rabo”.

O Brasil não precisa mudar como sugerem muitos candidatos aos cargos políticos e clamam alguns profissionais da imprensa e empresários. Além de tudo, o Brasil está situado na melhor posição geográfica do planeta. E sim, eles, os mandantes e comandantes da política, da economia, da escola, da religião e da televisão precisam mudar de postura, mudar de time, entrar para o Time do Bem. A Democracia do Povo permite esta mudança. Todos poderão se redimir de seus erros, antes, admitindo introspectivamente, que os possui.

A Democracia do Povo abrirá caminho para que o brasileiro faça do Brasil uma potência e um país de melhor qualidade de vida no mundo, porém, para aqui viverem pessoas e se manterem instituições e empresas do mesmo nível de qualidade e não com a máxima qualidade em prazeres efêmeros.

Leia o livro Invista agora em sua vida após a morte e a revista Democracia do Povo analisando-os, confrontando-os com suas crenças e raciocinando sobre cada palavra. Se você não encontrar lógica e não conseguir assimilar o propósito da existência dos seres na Terra e de todo o universo, o qual não aconteceu por acaso, fique esperando...

Não espere para ver acontecer. Não torça para não acontecer. Venha trabalhar comigo para fazer acontecer!

A UniãO faz acontecer.

O MUNDO COMEÇARÁ A ACONTECER NO BRASIL!





JORNALISTAS – RELEASE 1

Democracia do Povo

Esse é o Brasil que você quer?

Iniciativa quer mudar o sistema político do Brasil
Projeto defende reformulação do sistema da política brasileira

"Democracia do Povo" é a definição referente ao formato de organização política em que a decisão popular é soberana. É com exatamente esse princípio que surge a nossa proposta. Por aqui, a Democracia do Povo, que conta com site e revista, defende a participação direta do eleitor nas decisões governamentais. No sistema proposto, o eleitor vota em projetos - e não somente em candidatos.

Para a implementação do novo formato da nossa política, é preciso que o público em geral faça acordos com quem almeja se eleger a algum cargo nos poderes Executivo e Legislativo. A iniciativa defende que se vote apenas nos políticos que se comprometam a defender a transformação do nosso sistema atual para algo em que o eleitor vote projetos (plebiscitos). Isso em qualquer esfera: municipal, estadual e federal.

Por parte dos candidatos, declaração em apoio à iniciativa deve ser assinada. O documento está disponível no site www.democraciadopovo.com.br. “Se ao me eleger, eu não cumprir o acordo com o meu eleitor, nunca mais vote em mim”, deve ser o compromisso assumido pelos agentes públicos que apoiarem o programa de mudança do sistema político do nosso país. A afirmação precisa ser feita de forma pública.

Se o Congresso não aprovar a mudança do sistema - que na prática transformará o público em geral em legislador, com realizações regulares de plebiscitos - o candidato também deverá abrir mão do cargo público do qual fora eleito. "Em respeito ao meu eleitor, à minha cidade, ao meu estado, e à minha pátria, renunciarei ao meu mandato" é a forma padrão defendida pelo projeto Democracia do Povo para o ato.

O principal objetivo da mudança defendida pelo projeto Democracia do Povo é fazer com que os cidadãos interessados elaborem - e aprovem - projetos para melhoria da qualidade de vida dos habitantes de sua cidade, do seu estado e do país como um todo. A proposta é que os parlamentares selecionem três projetos e os coloquem para avaliação popular. O eleitor votará no de sua preferência. Desta forma, acreditamos que os programas sociais e leis, como a penal, serão mais justos e atualizados com maior agilidade.

O projeto Democracia do Povo possui uma revista e um site. No ambiente online, é apresentado o "Regulamento e Diretrizes" dessa ideia de um novo sistema político para o Brasil. O material contém as características dos candidatos para que o eleitor saiba em quem votar e, assim, participar da moralização da política e dos políticos do país.



JORNALISTAS – RELEASE 2

Como votar com consciência?

Alguém poderia me dizer?
Alguém me disse que se for usar a consciência para votar, a sua voz dirá para não votar.
Alguém me disse que deixar de votar estará infringindo a lei eleitoral e por essa razão será punido com o pagamento de multa no valor de R$3,51.
Alguém me disse que não sabe o que aconteceria se ninguém votasse.
Alguém lhe disse, isso é impossível de acontecer, pois parte dos eleitores brasileiros não tem R$3,51 para pagar de multa.
O G1, confirma essa afirmativa, pois me disse que nas eleições de 2016, mais de 29 milhões de eleitores não votaram e que esses devem à Justiça Eleitoral 98 milhões de reais, mas que só 1 milhão pagaram a multa de R$3,51.
O G1 disse também que o dinheiro arrecadado com as multas é destinado ao Fundo Partidário, que é repartido entre os partidos políticos.

1 - Conclusão irônica: “Quanto mais eleitores não votarem, maior será a arrecadação dos partidos e com mais dinheiro, os partidos poderão reforçar a publicidade para que mais eleitores votem”.

É, mas me disseram que tem uma parte dos eleitores que votam por medo de perder o passaporte ou por medo de não obter a carteira de identidade.
Outra parte tem medo de deixar de receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal, bem como fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades mantidas.
Outra parte tem medo de não poder participar de concorrência pública ou administrativa da união e tem medo de ser impedido de obter empréstimos em bancos oficiais.
Outra parte tem medo de não poder se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles.
Outra parte tem medo de não poder renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.
Outra parte tem medo de não poder praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou do imposto de renda e tem medo de não obter certidão de quitação eleitoral, conforme disciplinam a Res.-TSE nº 21.823/2004 e o art. 11, § 7º, da Lei nº 9.504/1997.

Espera, ainda não acabou!
Tem a parte que está esperando as eleições para ganhar dentadura; cirurgia de catarata; o pé direito do sapato, antes das eleições, e o pé esquerdo, se o candidato se eleger; metade de uma nota de 50...; emprego no estado; uma boquinha para extorquir, “viajar” e ficar na espreita para também se candidatar.

2 - Conclusão inconsciente: “Parte dos eleitores votará com consciência!”

EM QUEM VOTAR?

3 - Conclusão consciente: “Fazer um acordo com o candidato em troca do voto do eleitor. Que acordo é esse? Veja, leia, estude, divulgue e ensine Democracia do Povo para que todas as partes do eleitorado votem somente nos candidatos do Time do Bem”.

www.democraciadopovo.com.br



JORNALISTAS – RELEASE 3

Saiba como ganhar dinheiro com as eleições

O político ganha!
A televisão ganha!
Os jornais e revistas ganham!
As rádios ganham!
As empresas de publicidade e marketing ganham!
E o eleitor?
O eleitor vota de graça!

Valorize o seu voto

Não vote de graça! Faça um acordo com o candidato de sua preferência. Ele terá de dizer publicamente: se eu deixar de assumir o compromisso do acordo com o meu eleitor, nunca mais vote em mim!

Acesse www.democraciadopovo.com.br veja como é esse acordo, leia a revista Democracia do Povo antes de votar e ganhe dinheiro com ela.